Morfologia Miscroscópica - tecido-cartilaginoso

Sinopse

A cartilagem é um tipo de tecido conjuntivo especializado, relativamente rígido, não possuindo vasos sangüíneos e nervos. Como funções gerais das cartilagens, podemos citar: sustentação e revestimento de superfícies articulares além de ser essencial para formação e crescimento dos ossos longos.

As cartilagens, com exceção dos tipos articular e fibrosa, são envolvidas por uma bainha conjuntiva denominada pericôndrio, que fornece nutrientes para suas células. Os tipos celulares relacionados com as cartilagens são os condroblastos e os condrócitos, ambos derivados de células condrogênicas localizadas no pericôndrio. Os condroblastos secretam matriz ao seu redor, e após ficarem circundados por esta matriz tornam-se condrócitos, que ocupam pequenas cavidades denominadas lacunas no interior da matriz extracelular. A matriz das cartilagens podem ainda ser divididas em territorial, ao redor da lacuna de um condrócito e interterritorial, a que se encontra entre o território de dois condrócitos distintos.

As cartilagens são classificadas em três tipos: hialina: possui na sua matriz predomínio de fibrilas de colágeno tipo II, sendo encontrada na traquéia, brônquios, extremidades ventrais das costelas e superfície articular dos ossos, além disso constitui o molde de cartilagem para a formação dos ossos longos e curtos durante o desenvolvimento embrionário; elástica: possui na sua matriz predomínio de fibras elásticas, sendo encontrada no pavilhão auricular e epiglote; fibrosa: possui na sua matriz predomínio de fibras de colágeno I, sendo encontrada nos discos intervertebrais e sínfise púbica.

As cartilagens crescem por dois processos: o crescimento intersticial a partir de condrócitos que se dividem mitóticamente; e o crescimento aposicional feito a partir do pericôndrio.

Devido ao fato das cartilagens não possuírem vasos sanguíneos, seu processo de regeneração é pouco eficiente, formando um tecido conjuntivo denso no local onde deveria formar-se tecido-cartilaginoso.