Professores de Odontologia de pós-graduação da Unigranrio são destaque do ‘Journal of Endodontics’

Assessor de imprensa da Unigranrio: Alberto Corona, Telefone: (21) 99308-5807, Email: imprensa@unigranrio.com.br

Nos últimos anos, a Endodontia tem evoluído demais em tecnologia e também no nível de avanços científicos.  A Unigranrio foi destaque da mais recente edição do “Journal of Endodontics”, revista mais conceituada da área de Endodontia, no mundo. Dois artigos de  quatro professores de odontologia da pós-graduação, dessa universidade, foram objeto de divulgação. As descobertas colocam em xeque, por exemplo, o tradicional conceito de que cistos verdadeiros são entidades autossustentáveis, comprovando que os mesmos estão associados à infecção de canais. Outro estudo apresentado foi um trabalho que demonstra que infecção bacteriana persistente no sistema de canais radiculares é a principal causa de periodontite apical pós-tratamento.

Isabela Roças, e José Siqueira Jr (ambos professores da Unigranrio) e Sandra Hernandez (aluna de doutorado da Unigranrio) são autores do trabalho de pesquisa “True’ Versus ‘Bay’ Apical Cysts: Clinical, Radiographic Histopathologic, and Histobacteriologic Features”. Domenico Ricucci, famoso autor italiano, participou deste primeiro estudo

O primeiro estudo, realizado com participação de Domenico Ricucci (cientista e professor de Odontologia na Itália, responsável por seu laboratório de histologia, autor de mais de 100 artigos, além de livros científicos), comparou as principais características clínicas, radiográficas e histológicas de cistos apicais verdadeiros e cistos baía (adjacentes aos ápices radiculares). “O estudo não encontrou diferenças entre verdadeiro e cistos de baía, considerando as manifestações clínicas e histopatológicas. Esses tipos sempre exibiram infecção intrarradicular  e, às vezes extrarradicular. As descobertas colocam em xeque o tradicional conceito de que cistos verdadeiros são entidades autossustentáveis, comprovando que eles estão associados com infecção de canais”, explica Flávio Rodrigues Alves, coordenador-geral do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da Unigranrio.

Outro projeto, “The Apical Root Canal System of Teeth whith Posttreatment Appical Periodontitis: Correlating Microbiologic Tomographic, and Histopathologic Findings”, tem a presença de professores Flávio Rodrigues Alves, José Siqueira Jr, Isabela Roças e Henrique Antunes (todos professores da Unigranrio), Alejandro Perez (pesquisador em Portugal), Emmanuel Silva, Ibrahimu Mdala (professor de Estatística da Universidade de Oslo) e Felipe Belladonna (UFF)

Segundo Flávio Rodrigues Alves, o segundo estudo avaliou as condições microbiológicas do canal radicular apical de dentes com periodontite apical, pós-tratamento, e correlacionou-as com as observações de imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico (CBCT), microtomografada computadorizada e, ainda, histopatologia. “O estudo é inédito e demonstrou que a infecção bacteriana persistente no sistema de canais radiculares é a principal causa de periodontite apical, pós-tratamento. Actinobactérias e estreptococos foram encontrados com frequência, como membros dominantes de comunidades bacterianas. E áreas não preenchidas do sistema de canais foram associadas com altas contagens bacterianas, e grandes lesões”, conclui Flávio Rodrigues Alves.

Comentários