Unigranrio realiza 12º Seminário de Iniciação Científica

A 12ª edição do Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, idealizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Unigranrio (Propep) e Núcleo de Pesquisa e Iniciação Científica, será realizado nos dias 24 e 25 deste mês, no campus Caxias, Rua Prof. José de Souza Herdy, 1.160, bairro 25 de Agosto, Duque de Caxias (RJ). Esse encontro marca a apresentação de novos estudos acadêmicos, de pesquisas elaboradas por universitários e alunos do CAP Unigranrio, sob orientação de professores dessa universidade. O programa terá palestras, oficinas e apresentação de 80 pôsteres e outorga de título de Doutor Honoris Causa para Vivaldo Moura Neto, neurocientista e professor da Unigranrio. Entrada franca. Acesse www.unigranrio.com.br.

Jorge Almeida Guimarães, diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação abre o Sinctec com palestra sobre evolução da iniciação científica no Brasil.

A conferência de abertura “Ciência e Tecnologia no Brasil: da iniciação científica à inovação” será proferida pelo ex-presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação.

Nesta quarta-feira (24/10), 10h30, o cientista Vivaldo Moura Neto, professor da Unigranrio,  receberá o título de Doutor Honoris Causa. Ele foi agraciado nesta última semana com a Medalha Nacional do Mérito Científico, em Brasília.

Vivaldo Moura Neto, neurocientista e professor visitante do Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em Biomedicina Translacional (Biotrans), receberá o título de Doutor Honoris Causa, em razão dos serviços prestados ao país em causas como educação e ciência. Ele, que é diretor de Pesquisa do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer (Secretaria de Estado de Saúde do Estado do Rio de Janeiro), foi agraciado com a Medalha Nacional do Mérito Científico, em cerimônia realizada no Salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

Pró-reitor da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Unigranrio, Emílio Franciscchetti, mostra a força do olhar científico.

Ele apresenta as diferentes maneiras de compreender o que é ciência: “O Programa de Iniciação Científica e Tecnológica da Unigranrio é o único com cotas do CNPq em Duque de Caxias”. Ele frisa que , além do CNPq, esse Programa tem cota de bolsas do Santander Universidades, Faperj, de apoio da Funadesp e de recursos advindos da própria Unigranrio. “Cerca de 200 estudantes estarão envolvidos nessa jornada científica. A temática deste ano, Ciência e Arte, movimentou o campus com pesquisadores de renome internacional”, ressalta Francischetti.

Segundo Virgínia Genelhu, pró-reitora de Graduação da Unigranrio, confirma que sabedoria, consistência e consciência formam tripé de evolução em pesquisa.

Segundo Virgínia Genelhu, pró-reitora de Graduação (Prograd) e responsável pelo Núcleo de Pesquisa e Iniciação Científica da Unigranrio,  este seminário tem crescido em qualidade e quantidade de trabalhos científicos, nestes últimos três anos. “Uma instituição com o perfil da Unigranrio significa um marco importante nesse momento de mudanças, porque dá continuidade ao trabalho de pesquisas, cujos desafios nos encoraja, graças à sabedoria, consistência e consciência do que isso significa para os próximos anos”, explica a pró-reitora.